Congresso

Convocação

A produção da Cidade Contemporânea no Cone Sul: desafios e perspectivas da Arquitetura e do Urbanismo

A cidade latino-americana não existe como realidade natural, como alertava Gorelik (2005), nem pode ser compreendida como categoria explicativa que consiga abarcar a diversidade dos contextos urbanos na América Latina. A busca pelo reconhecimento das especificidades das cidades do subcontinente foi, no entanto, uma figura recorrente no imaginário e na cultura arquitetônico-urbanística ao longo do século XX. O fenômeno da urbanização acelerada, no qual atuavam arquitetos sul-americanos entre 1950 e 1980, ampliou o sentimento de pertencimento a um contexto comum e fomentou o desenvolvimento de construções teóricas específicas.  Em torno desta questão, construíram-se debates e intercâmbios, estabeleceram-se diálogos com outras disciplinas, reconheceram-se atributos locais e regionais.

Ainda hoje, a região permanece como uma das mais urbanizadas no mundo. Contudo, o fenômeno da Dispersão Extensiva (Monte-Mór, 2005), a hipótese da urbanização completa (Lefebvre, 1970) e o interesse crescente pelas urbanizações periféricas deixaram de ser um tema cuja ressonância maior limita-se às fronteiras da cultura disciplinar regional. Questões que antes eram caras aos arquitetos sul-americanos tornaram-se, nas últimas décadas, pautas de debates internacionais.

Sem pretender identificar traços e características comuns a priori, nem afirmar, por outro lado, sua inexistência, a presente proposta para o ARQUISUR pretende refletir sobre o lugar do arquiteto-urbanista na produção da cidade contemporânea na América do Sul, bem como sobre quais as contribuições que a perspectiva local e as experiências acumuladas podem permitir para a atuação e a intervenção na Cidade Difusa (Indovina, 1990) como fenômeno global.

A temática geral proposta para o XXXVII Encontro e XXIII Congresso de Escolas e Faculdades Públicas de Arquitetura da América do Sul (ARQUISUR) a realizar-se em Belo Horizonte, Brasil, de 2 a 4 de outubro, servirá de referência para as conferências, mesas redondas, submissão de trabalhos e oficinas temáticas, buscando sempre destacar os aspectos específicos e pertinentes ao contexto sul-americano e aos desafios das instituições públicas de ensino, pesquisa e extensão.

As propostas de comunicação científica deverão ser inéditas, relacionar-se com a temática geral do evento e enquadrar-se em um dos subtemas abaixo especificados.

  • O projeto na produção da cidade sul-americana contemporânea;
  • O planejamento urbano e regional na produção da cidade sul-americana contemporânea;
  • O patrimônio e a memória na cidade sul-americana contemporânea;
  • Tecnologias e sustentabilidade na produção da cidade sul-americana contemporânea;
  • A construção da cidade sul-americana contemporânea: história e historiografias;
  • A cidade sul-americana contemporânea sob a perspectiva do Sul Global.